sexta-feira, 28 de março de 2014

O Pastor Que Rasgou o Livro

Link to Música Sacra e Adoração

O Pastor Que Rasgou o Livro

 

No dia 1º de março, o pastor e doutor Horne Silva apresentou no Unasp, campus São Paulo, um sermão que causou polêmica nas redes sociais porque alguém filmou apenas uma pequena parte da mensagem e a postou no Facebook. Nessa parte do sermão, o pastor Horne, para causar impacto, rasgou algumas páginas do livro Música, de Ellen White, alegando que não eram necessários aqueles conselhos, uma vez que quase ninguém parece dar-lhes atenção.
 
Um parágrafo do sermão apresentado dizia:
 
"O problema é que nossa geração está perdendo o senso do que é Deus e da Sua presença. Hoje, a criatura quer assumir o papel do Criador. Estão dizendo que 'deus está dentro de você mesmo'. 'Adore você mesmo.' Nossa geração está, literalmente, rejeitando a Deus. É por isso que vemos em nossos cultos a prática de uma adoração que busca o prazer para os adoradores, fazendo do culto um espetáculo, um show para agradar às pessoas."
 
Leia o sermão na íntegra ,em: http://musicaeadoracao.com.br/56080/o-pastor-que-rasgou-o-livro/, e tire as suas próprias conclusões.
    

segunda-feira, 17 de março de 2014

Princípios de Adoração e Liturgia

Link to Música Sacra e Adoração

Princípios de Adoração e Liturgia

 

Muitos adventistas compreendem a adoração como sendo aquilo que eles fazem no sábado, durante os momentos do sermão. Além disto, a convicção de que a forma da nossa adoração é uma questão cultural está se espalhando entre nós. Dizer que os estilos de adoração são "culturais" significa que podemos utilizar qualquer forma cultural que seja aceita pela sociedade contemporânea. "Adoração tem a ver com expressão pessoal. Portanto, qualquer coisa que eu escolha para me expressar na adoração é aceitável diante do Senhor." Quando nos referimos a adoração divina neste contexto, estamos propensos a gerar debates exaltados e muito pouca comunicação. Estamos entendendo a adoração divina em uma base cultural/individualista. Ainda assim, pelo menos em teoria, qualquer pessoa rejeitaria que "tudo é aceitável diante de Deus". Porém, quando não são utilizados parâmetros claros e permanentes para avaliar as nossas formas culturais, é impossível evitar esta conclusão na vida prática. Obviamente, não encontraremos na cultura humana parâmetros permanentes para avaliar as formas culturais. Não deveríamos nos referir ao papel da cultura na formação do ritual antes que tenhamos uma ideia clara acerca de princípios permanentes que devem balizar os rituais que usamos na adoração comunitária. Meu propósito neste artigo é identificar alguns dos princípios balizadores permanentes da adoração bíblica que deveriam unir a adoração adventista ao redor do mundo e avaliar o processo cultural da formação do ritual a da prática da adoração. As perguntas diante de nós são: Onde podemos encontrá-los? Quais são estes princípios permanentes?
 

Veja o artigo completo em:
http://musicaeadoracao.com.br/56065/principios-de-adoracao-e-liturgia/

quarta-feira, 12 de março de 2014

Cristãos e a Falácia do Fariseu

Link to Música Sacra e Adoração

Cristãos e a Falácia do Fariseu

 

Em tempos de guinada liberal, tornou-se moda acusar qualquer cristão bíblico de fariseu. É contra a música pop cristã? Acha que mulheres (para não dizer de homens) não deveriam usar brincos? Não vai ao cinema? Então se prepare: em algum momento, em uma rede social perto de você, alguém lhe dirá, sem cerimônia, sobre o seu "cerimonialismo religioso": "Seu fariseu!"
E o que seria um legalista? Legalistas não são aqueles que amam as leis de Deus e pretendem obedecê-las – o nome desse grupo aí é "cristãos" (João 14:15; I João 2:4)! 

Leia o texto na íntegra em http://musicaeadoracao.com.br/56025/cristaos-e-falacia-fariseu/

quinta-feira, 6 de março de 2014

Elementos Judaicos no Culto Cristão

Link to Música Sacra e Adoração

Elementos Judaicos no Culto Cristão

Quando a Igreja adota práticas e costumes que não lhe pertencem, está pecando. Não era isso o que acontecia entre os gálatas? Eles não estavam prestes a voltar aos rudimentos da lei, às ordenanças cerimoniais?

 

terça-feira, 4 de março de 2014

A Geração de Adventistas Mais Despreparada da História

Link to Música Sacra e Adoração

A Geração de Adventistas Mais Despreparada da História

 

Os ateus estão mais inteligentes? Não necessariamente. Os cristãos, em geral, ignoram o que creem? Completamente! E os adventistas em relação aos demais cristãos? São como gorilas do fim da fila, seguem o macho alfa.(...)
 
Achamos fantástico ver igrejas lotadas por programas de evangelismo dinâmicos. O importante é ver decisões sendo tomadas. Mudança de vida? Deixe para depois! Pelo menos, a pessoa entregou o coração a Jesus – como se o batismo fosse o passo que levasse a uma posterior renúncia de práticas mundanas. Não é.  O batismo é, em si, uma declaração radical de renúncia: "Simboliza o batismo soleníssima renúncia do mundo", assinalou Ellen G. White
 

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Congresso de Jovens com Música Sacra?

Link to Música Sacra e Adoração

Congresso de Jovens com Música Sacra?

É possível realizar um congresso de grande porte, voltado para os jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia, durante vários dias, com palestrantes convidados, utilizando durante todo o decorrer do evento somente músicas que estejam de acordo com princípios claramente definidos na Bíblia e nos escritos de Ellen G. White como sendo apropriados para a adoração?

Os editores do Música Sacra e Adoração acreditam que sim e, confirmando este ponto de vista, o Congresso MV estabeleceu critérios e preceitos para o uso da música em seus eventos, procurando desta forma estar ao máximo em consonância com a adoração que seres celestiais prestam a Deus.


Veja a declaração destes princípios em: http://musicaeadoracao.com.br/55911/congresso-de-jovens-com-musica-sacra/

terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

O Que o Evangelismo Não É

Link to Música Sacra e Adoração

O Que o Evangelismo Não É

Não somos desafiados a abandonar nosso pecado quando nossos sentimentos são afagados e nossas preferências, estimuladas. O evangelho é inerente e irredutivelmente confrontador.


Leia o artigo na íntegra em: http://musicaeadoracao.com.br/55473/que-evangelismo-nao-e/