terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

O Violionista do Metrô

Autor: Gene Weingarten (do jornal The Washington Post)

Endereço para o texto completo: http://www.musicaeadoracao.com.br/diversos/bell.htm

Destaques:

"Um homem chegou ao Metrô, na estação L'Enfant Plaza, em Washington, DC. Era um jovem alto, usando jeans, camiseta de mangas compridas e um boné de baseball, do time Washington Nationals. Posicionando-se de costas para uma parede, ao lado de uma lata de lixo, abriu um pequeno estojo e retirou um violino. Colocou na caixa aberta diante de si alguns trocados, como incentivo, e começou a tocar o violino."

"...aquele violinista tocando contra uma parede nua, no hall de entrada de uma estação do Metrô era um dos mais destacados violinistas da atualidade, usando um dos mais valiosos violinos jamais construído e tocando algumas das músicas mais elegantes jamais escritas. Esta apresentação foi montada pelo jornal Washington Post, como um experimento não científico, de cunho sociológico, acerca de contexto, percepção e prioridades. Em um ambiente banal, em um momento inconveniente, a beleza conseguiria transcender a tudo isso?"

"É possível observar ainda uma cena reveladora. Um adulto levando uma criança pela mão caminha apressadamente. A criança, de cerca de 3 anos, usa uma agasalho rosa. O adulto, ao ouvir a música, diminui o passo, observa rapidamente, mas decide seguir em frente. A criança, porém, mantém os olhos fixos no violinista, como que hipnotizada. Continua olhando, mesmo quando o adulto a faz mudar de direção. Só desvia os olhos quando o adulto larga a sua mão, para abrir a porta de saída. Mas, ao atravessar a porta, volta-se novamente, como se desejasse voltar para dentro, até que o adulto interpõe-se entre ela e o objeto de sua atenção, bloqueando efetivamente com o corpo a sua linha de visão, obrigando-a a seguir em frente."

"As pessoas, entrevistadas mais tarde, disseram estar ocupadas, ou com outras coisas na cabeça. Uma delas, entrevistada poucas horas depois, não se lembrava de haver qualquer violinista à vista no Metrô, apesar de haver passado a pouco mais de um metro de distância dele. Mas não havia nada de errado com a audição desta pessoa. É que ela estava com fones de ouvido, ouvindo seu iPod. Para muitos de nós, a explosão da tecnologia limitou, e não expandiu nossa exposição a novas experiências. Cada vez mais buscamos informações de fontes que tem a mesma opinião que nós já tínhamos. O com o iPod, ouvimos aquilo que já conhecemos, nós programamos a nossa própria lista de músicas."

Artigos, documentos, entrevistas e livros sobre música sacra
Visite e divulgue: http://www.musicaeadoracao.com.br

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Adorando na Eternidade

Autor: Manoel de Jesus

Endereço para o texto completo: http://www.musicaeadoracao.com.br/artigos/adorador/adorando_eternidade.htm

Destaques:

"É interessante como em nossos dias, o valor do culto e da adoração coletiva alcançou níveis de exaltação incríveis. Há disputas por tal privilégio, igrejas dividem-se por causa do momento musical, da adoração, do louvor, ou qualquer nome que os irmãos queiram chamar esse momento nos nossos cultos."

"Agora reflitamos: O irmão já imaginou que, com suas orações, o irmão estará participando de uma adoração celestial? E que suas orações promovem mudanças gigantescas na Terra? Porque damos tanto valor (não há nada de errado nisso), às nossas adorações coletivas, e não damos valor à nossa adoração celestial?"

"Façamos como os magos: "viemos adorá-Lo". Adoremo-lo em nosso secreto, antes de adorá-lo em público. Quem chega alimentado na adoração celestial, chega alimentado na adoração terrena. Isso faz grande diferença."

Artigos, documentos, entrevistas e livros sobre música sacra
Visite e divulgue: http://www.musicaeadoracao.com.br

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Adoração Neopentecostal e Adventismo: Cantos e Desencantos

Autor: Joêzer Mendonça

Endereço para o texto completo: http://www.musicaeadoracao.com.br/artigos/meio/neopentecostal.htm

Destaques:

"...uma música originalmente forjada segundo a ênfase neopentecostal no milagre, na unção e no êxtase místico poderia ser transplantada para outro contexto litúrgico sem carregar consigo essas particularidades a ela associadas?"

"Alguns cantores protestantes adeptos da cultura neopentecostal de adoração, embora reduzam a longa duração original das canções e evitem os temas da cura e da prosperidade, reencenam algumas características dos shows ao vivo dos bem-sucedidos Ministérios de Louvor & Adoração."

"É inegável que os ministérios de louvor & adoração origem neopentecostal têm alcançado um feito admirável: o povo tomou gosto por cantar "no meio da congregação", nos átrios, nos logradouros públicos. Mas também não se pode negar que o sucesso desse estilo musical nas rádios afora (muitas vezes consagrado na seção das 'mais tocadas') tem orientado a produção de canções que obedecem o mesmo estilo, como se seguissem uma fórmula."

Artigos, documentos, entrevistas e livros sobre música sacra
Visite e divulgue: http://www.musicaeadoracao.com.br

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Ciência Diz Por Que Certas Músicas Fazem Chorar

Autor: Michaeleen Doucleff

Endereço para o texto completo: http://www.musicaeadoracao.com.br/efeitos/corpo_mente/musica_chorar.htm

Destaques:

"Em seu estudo, o psicólogo descobriu que as músicas que fazem chorar compartilham pelo menos quatro características: elas começam suavemente e depois se tornam altas; incluem a entrada abrupta de uma nova "voz", seja um instrumento ou harmonia; elas expandem a frequência tocada e têm desvios inesperados na melodia e harmonia."

"Doucleff diz no texto que quando a música de repente quebra seu padrão esperado, nosso sistema nervoso simpático entra em alerta máximo, nosso coração acelera e começamos a suar. Dependendo do contexto, interpretamos esse estado de excitação como positivo ou negativo, feliz ou triste."

Artigos, documentos, entrevistas e livros sobre música sacra
Visite e divulgue: http://www.musicaeadoracao.com.br

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Sob a Batuta do Mestre - Volume I - A Queda da Música (trechos)

Autora: Arnely Schulz

Endereço para o texto completo (trechos): http://www.musicaeadoracao.com.br/livros/batuta_mestre.htm

Destaques:

"Assim como a raça humana está se depreciando a cada ano que passa por sua condição de pecadora, o mesmo está denotado na música que faz, pois, em sua arte está refletida a sua história. Ao analisarmos sua música, detectamos a decadência de uma raça deteriorada moral e espiritualmente."

"Ora, que diferença faz louvar ao Senhor com instrumentos de pau de faia (percussão), com instrumentos de sopros ou de cordas? Certamente que essa diferença consiste na mesma que exigiu o transporte da arca aos ombros e não no carro novo; na mesma que implicou que a arca fosse transportada pelos levitas e não por outros."

"Pare! Reflita um pouco: a música que tem cantado tem unido o povo do Senhor ou tem causado separação entre as pessoas? Ela afugenta o maligno ou quando você precisa expulsar demônios tem que recorrer aos cânticos antigos? Ela tem transformado verdadeiramente a sua vida ou você continua vivendo aparentemente consagrado perante a sua congregação?"

Artigos, documentos, entrevistas e livros sobre música sacra
Visite e divulgue: http://www.musicaeadoracao.com.br

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Tudo o Que Está Dando Certo é Bom Diante de Deus?

Autor: Ricardo Coelho Moreira

Endereço para o Texto Completo:http://www.musicaeadoracao.com.br/crescimento/dando_certo.htm

Destaques:

"A influência do pragmatismo no meio evangélico brasileiro é tal, que não é incomum ouvirmos e vermos líderes em busca de novas táticas ou técnicas para o crescimento de sua igreja. Por causa do pragmatismo, o fato do crescimento impede a reflexão se essa técnica é bíblica ou não. O que importa é o crescimento. Buscar uma nova metodologia administrativa, homilética ou de ensino não é o problema. O problema está na visão pragmática de muitos líderes que abandonam princípios antes defendidos, em favor do que está dando 'certo'."

"A visão pragmática no meio evangélico nos fez deixar de avaliar o ministério de um homem por seu caráter e fidelidade escriturística no ensino. Agora os bons ministérios são os grandes ministérios."

"Nem tudo que é grande é saudável, o câncer é uma multiplicação doentia das células."

Artigos, documentos, entrevistas e livros sobre música sacra
Visite e divulgue: http://www.musicaeadoracao.com.br