terça-feira, 24 de janeiro de 2012

O Sagrado e o Profano na Terra da Paródia

Autor: Joêzer Mendonça

Endereço para o texto completo:http://www.musicaeadoracao.com.br/artigos/meio/sagrado_profano_parodia.htm

Destaque:
"Vemos as igrejas atuais cada vez mais afeitas à mimetização de eventos seculares do que ao trabalho de reforma espiritual da sociedade. As cidades recebem apenas o impacto de multidões movendo-se de um logradouro público a outro, de uma inauguração de igreja a outra, de um show a outro show. Os evangélicos vão se dividindo entre entusiasmados e envergonhados, como se notou na reação à presença de artistas/ministros gospel com público de verão e dançarinas de biquíni no palco do programa Caldeirão do Huck."

Artigos, documentos, entrevistas e livros sobre música sacra
Visite e divulgue: http://www.musicaeadoracao.com.br

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

O Poder da Música

Autor: Michelson Borges

Endereço para o texto completo: http://www.musicaeadoracao.com.br/testemunhos/poder_musica.htm

Destaques:

"A música mexe com os sentimentos e ajuda a fixar ideias, conceitos. Talvez por isso Andrew Fletcher, estadista escocês do século 18, tenha escrito: 'Deixe-me escrever as canções de uma nação e não vou me preocupar com quem escreve as suas leis.'"

"Levando em conta essa origem, digamos, 'nebulosa' do rock e a 'flagrante contradição' de boa parte dessa cultura musical com a adoração, há quem questione a adequação desse estilo musical ao louvor cristão. Passagens bíblicas são apresentadas para expor essa inadequação: 'Que sociedade pode haver entre a justiça e a iniquidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas?', pergunta Paulo em 2 Coríntios 6:14. E Jesus afirma: 'Quem não é por Mim é contra Mim; e quem comigo não ajunta espalha' (Mateus 12:30). Dá o que pensar..."

"O conceito teológico do Grande Conflito nos revela que neste mundo simplesmente não existe coisa alguma absolutamente neutra. [...] A música sacra tende a privilegiar o desenvolvimento espiritual e a facilitar o contato com o Céu. A confusão acontece quando existe a mistura dos dois elementos ? música popular com letra sagrada. Acontece então uma falta de integridade, uma inconsistência entre a letra e a música. A música 'fala' uma coisa e a letra, outra. O cérebro percebe essa incoerência, que pode ser transferida também para a vida espiritual."

Artigos, documentos, entrevistas e livros sobre música sacra
Visite e divulgue: http://www.musicaeadoracao.com.br

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

História dos Hinários Adventistas

Autor: Jetro de Oliveira

Endereço para o texto completo: http://www.musicaeadoracao.com.br/hinos/memoria_iasd.htm

Destaques:

"Com as primeiras conversões de brasileiros que não falavam alemão surgiu a necessidade de um hinário em português. Inicialmente os hinários evangélicos Cantor Cristão e Psalmos e Himnos foram utilizados pelos novos conversos, mas logo houve a preocupação de hinos em português que refletissem as doutrinas da Igreja Adventista do Sétimo Dia."

"Foi somente em 1933 que o primeiro hinário com música foi lançado, o antigo Hinário Adventista. "Podemos afinal annunciar que o novo hymnario com musica estará á venda quando esta noticia chegar a nossos leitores. O hymnario contém muitos dos bons hymnos antigos, do Cantae ao Senhor, e muitos outros novos, e todos elles acompanhados de musica, o que torna desnecessario o uso de livros supplementares." [veja a notícia original completa]"

"Seguindo o crescente desejo de aperfeiçoar o material usado para o canto congregacional, a comissão editorial presidida por Flávio Araújo Garcia, então diretor do Conservatório Adventista de Música, e tendo como principais colaboradores, Dario Pires Araújo e Tércio Simon, destinou grande parte de seus esforços para adequar a letra de cada hino seguindo as regras de prosódia musical, assim como analisar e editar a música de cada hino seguindo as regras de fraseologia musical."

"O Hinário Adventista do Sétimo Dia foi lançado oficialmente em 1996, depois de 16 anos de trabalho com algumas interrupções. As principais características deste hinário são a inclusão de hinos de autores contemporâneos e brasileiros adventistas, e o objetivo de que este hinário viesse atender a Igreja como um todo, incluindo crianças, jovens e adultos, e todas as reuniões da Igreja. Temos assim um leque mais amplo no repertório de hinos, incluindo alguns que poderiam ser considerados "corinhos". O Hinário Adventista do Sétimo Dia possui 610 hinos, contendo muitos do Cantai ao Senhor e o resgate de alguns do Hinário Adventistaque haviam sido omitidos neste hinário de 1963. Há também a inclusão de hinos novos, pouco conhecidos pela Igreja Adventista no Brasil."

"A partir de 1992 começa o que viria a tornar-se uma tradição: a produção de hinários para os jovens em formato eletrônico. O primeiro destes foi o K7 Brilha Jesus(1992), uma produção de Ariney B. Oliveira para a União Central Brasileira contendo 6 hinos."

Artigos, documentos, entrevistas e livros sobre música sacra
Visite e divulgue: http://www.musicaeadoracao.com.br

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Hinário Adventista Transposto (Mi b) - Final do Projeto

É com grande satisfação que estamos divulgando o término do projeto para a elaboração das partituras dos hinos do Hinário Adventista para serem utilizados na execução de instrumentos transpositores afinados em Mi bemol.

Agradecemos primeiramente a Deus por esta oportunidade e em seguida ao nosso colaborador Newton W. Macedo por sua dedicação em realizar a transposição dos hinos.

O endereço da página índice para acesso aos hinos transpostos é http://www.musicaeadoracao.com.br/hinos/mib/index.htm

Artigos, documentos, entrevistas e livros sobre música sacra
Visite e divulgue: http://www.musicaeadoracao.com.br

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

No Templo Cristão - YouTube

Olá

O livro "No Templo Cristão", da Profa. Jenise Torres, ganhou uma divulgação especial no YouTube.

Assista e divulgue:
http://www.youtube.com/watch?v=f8P9Uj_2Y-4

Uma versão mais resumida está disponível em
http://www.youtube.com/watch?v=PKNwm5qonj4

O livro pode ser baixado através do link
http://www.musicaeadoracao.com.br/livros/templo_cristao.pdf

O livro completo também está disponível para leitura em
http://pt.scribd.com/doc/62500614/No-Templo-Cristao

Artigos, documentos, entrevistas e livros sobre música sacra
Visite e divulgue: http://www.musicaeadoracao.com.br

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

O Santo Cada Vez Mais Profanado

Em iniciativa um tanto inusitada, o “Caldeirão do Huck” do último sábado trouxe pela primeira vez dois convidados da música gospel, e nada acabrunhou os artistas, que louvavam [sic] a Jesus enquanto as assistentes do programa, apenas de biquíni, rebolavam à beira da piscina. Cercado de “coleguinhas”, como Huck chama suas assistentes, o rapper Pregador Luo não se fez de rogado também, tirando uma fã (de canga) para dançar abraçadinha, no palco da atração.

A mistura de louvor com as moças escassamente vestidas acabou repercutindo na internet. O bispo André Santos, da Igreja Nova Vida, lamentou o episódio: “A Rede Globo está conseguindo profanar a música evangélica”, postou. Procurada, a assessoria de Huck informou que ele está em viagem internacional. [...] O bispo criticou a (verdadeira “intenção dos Marinho”, donos da Globo, por causa da frase usada por Huck para anunciar os cantores no palco:

“Desta vez, temos o sagrado e o profano, a babel das religiões, passando pelo funk carioca, o axé da Bahia e as atrações evangélicas”, bradou Huck ao anunciar a cantora Ana Paula Valadão - acusada por Edir Macedo de ser “endemoniada”, em pregação recente do líder da Iurd. Agora Macedo terá motivos para chamar a atração de Huck de “Caldeirão do Inferno”.

Fonte Original: (BOL Notícias)

Nota Criacionismo: A música tida como “louvor” por muitos evangélicos já tem contribuído bastante com a profanação do nome de Deus. Mas, como se não bastasse isso, a Globo (e outros canais), de olho no lucrativo filão “gospel”, tem dado sua parcela de contribuição nessa profanação, mistura do (que era) sacro com o explicitamente profano. Aos poucos, a linha divisória vai se tornando mais tênue. Jesus procurava estar entre os pecadores, mas nunca o veremos dançando rap com eles. Esses evangélicos dizem que vão “conquistar” o Brasil para Jesus. Desse jeito? E há quem repita o bordão: “o Brasil é país cristão”. Não sabem o que é cristianismo bíblico.[MB]

Nota Gilberto Theiss: A triunfante decadência da música religiosa já se iniciara a anos e o que vemos hoje é apenas o exibicionismo do que Satanás é capaz de fazer. Não somente a música religiosa (sacra) está morrendo como também, junto com ela, os adoradores da música gospel contemporânea. O Secularismo, como um arrastão, vai varrendo a santidade que existia na adoração. O pior é que há cegos por todos lados que não conseguem enxergar tal profecia de que "Satanás fará da música um laço" (2ME, p.38). Deus tolera os ignorantes, mas não tolerará os que querem permanecer na ignorância.

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Toda Música Sacra é Religiosa, Mas Nem Toda Música Religiosa é Sacra

Entrevista com: Rolando de Nassau

Endereço para o texto completo:http://www.musicaeadoracao.com.br/entrevistas/rolando_nassau.htm

Destaques:

"Usamos a expressão 'música cristã popular' para designar os cânticos não estabelecidos pelas normas litúrgicas ou práticas de culto das igrejas (católicas, ortodoxas, protestantes, evangélicas, pentecostais e neopentecostais) e de suas comunidades locais. Por não serem litúrgicos, são livremente entoados nos lares, nos templos e nos logradouros públicos e difundidos pelo rádio, televisão e internet. Pertencem à música de entretenimento."

"Na década de 90 algumas igrejas, especialmente as de negros, praticavam nos Estados Unidos o gospel que consideravam ser adequando para ser executado durante o culto divino. ... As igrejas no Brasil, a rigor, ... cantam como novidade ou por excentricidade; portanto, não há como falar em "gospel". Experimentado por compositores e cantores evangélicos no Brasil, é modismo artificial um tanto ultrapassado. ... O que temos é, simplesmente, "música evangélica". Esta tem sido deturpada, na origem e no destino, por compositores e cantores."

"Toda música sacra é religiosa, mas nem toda música religiosa é sacra. Música sacra, ou litúrgica, é a música consagrada a Deus, de acordo com a liturgia determinada pela autoridade eclesiástica. ... Cremos que, em qualquer igreja ou comunidade cristã local, a boa música deve ser regulada pela boa teologia para produzir boa doxologia. As liturgias cristãs tomaram formas diversas, que variam de acordo com um critério geográfico e histórico e também de acordo com cada igreja."

"Em termos práticos, na música do século 20 ocorreu o favorecimento da mídia para o predomínio do profano e a ostensiva negação do sagrado. Alguns músicos evangélicos chegaram a dizer: 'Não existe música sacra.'"

Artigos, documentos, entrevistas e livros sobre música sacra
Visite e divulgue: http://www.musicaeadoracao.com.br